DISCIPLINA O LOCAL DE COMPRIMENTO PRISÃO, NO PR. PARA AGENTE DE SEGURANÇA SOCIOEDUCATIVO, E DEMAIS FORÇAS DE SEGURANÇA.

Lei nº 20.339
14 de outubro de 2020.
Disciplina o local de cumprimento da prisão, no
âmbito do Estado do Paraná, para condenados
não definitivos e da prisão cautelar de Militares,
Delegados e Policiais Civis, Policiais Penais,
servidores do Quadro Próprio do Poder Executivo
lotados no DEPEN, servidores da Polícia
Científica e de Agente de Segurança
Socioeducativo
Assembleia Legislativa do Estado do Paraná
decretou e eu sanciono a seguinte lei:
Art. 1º Esta Lei disciplina, no âmbito do Estado do Paraná, o local de custódia de Militares,
Delegados e Policiais Civis, Policiais Penais, servidores do Quadro Próprio do Poder
Executivo – QQPE lotados no Departamento Penitenciário – DEPEN, servidores da Polícia
Científica e de Agentes de Segurança Socioeducativo presos provisoriamente,
temporariamente ou condenados não definitivos.
Art. 2º Fixa como local de custódia dos servidores da Segurança Pública espaço apropriado
e isolado dos demais presos comuns, que preserve a imagem do servidor e garanta a sua
saúde e integridade física nos termos desta Lei, até que o Estado do Paraná disponha de um
estabelecimento penal específico que abrigue todos os profissionais.
Parágrafo único. Para a fixação, deverá ser respeitada, em qualquer hipótese, as regras dos
arts. 295, 296 e 300 do Decreto-Lei nº 3.689, de 3 de outubro de 1941 (Código de Processo
Penal), e do art. 242 do Decreto-Lei nº 1.002, de 21 de outubro de 1969 (Código de Processo
Penal Militar).
Art. 3º Para fins do art. 2º desta Lei, após verificado o número de vagas, a conveniência e a
possibilidade de eventual realocação de pessoal, será dada prioridade para o cumprimento
da segregação cautelar os seguintes locais:
I – para os agentes militares do Estado, dependência da sede da unidade a que pertencer ou,
não havendo disponibilidade, a unidade mais próxima de sua lotação ou residência;
II – para os Delegados e Policiais Civis, alas específicas nas dependências da Delegacia de
Furtos e Roubos de Veículos de Curitiba, ou, não existindo possibilidade, a Subdivisão Policial
mais próxima de sua lotação ou residência do servidor;
III – para os Policiais Penais, servidores do QPPE lotados no DEPEN, servidores da Polícia
Científica e Agentes de Segurança Socioeducativo, ala reservada das dependências do
Complexo Médico Penal – CMP, ou, não havendo disponibilidade, em ala específica de
estabelecimento penal mais próximo da lotação ou residência do servidor.
§ 1º As servidoras do gênero feminino deverão cumprir suas custódias em ala reservada,
observado o disposto neste artigo.
§ 2º As regras também se aplicam aos servidores inativos, exonerados ou demitidos, desde
que tenham exercido função pública na área da Segurança Pública.
Art. 4º Esta Lei entra em vigor na data da sua publicação
Palácio do Governo, em 14 de outubro de 2020.
Carlos Massa Ratinho Junior
Governador do Estado
Guto Silva
Chefe da Casa Civil
Delegado Recalcatti
Deputado Estadual
Delegado Jacovós
Deputado Estadual
Soldado Fruet
Deputado Estadual
Professor Lemos
Deputado Estadual
Rodrigo Estacho
Deputado Estadual
Boca Aberta Junior
Deputado Estadual
Subtenente Everton
Deputado Estadual
Mauro Moraes
Deputado Estadual
Delegado Fernandes Martins
Deputado Estadual
Coronel Lee
Deputado Estadual
DL/CC/Prot. 16.925.189-4

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *