Desconto previdenciário incidente sob a GADI

restituicao do desconto prev sob GADI PDF (1)

A diretoria do SINDSEC vem informar e esclarecer aos Servidores(as) da Sócio Educação e Servidores da SEJUF quanto ao desconto previdenciário incidente sob a GADI e a integração desse adicional (GADI) na aposentadoria.
A legislação vigente, atualmente, prevê que todos os valores sobre os quais houve contribuição previdenciária, são integrados na aposentadoria. Portanto, atualmente não é permitido que, caso tenha havido a contribuição sob o valor/adicional, não exista uma contraprestação correspondente ao servidor na aposentadoria.
Com essa informação, torna-se simples entender que, com as atuais regras, a manutenção do desconto previdenciário sobre a GADI é absolutamente favorável aos servidores, uma vez que é garantida a contraprestação quando da aposentadoria. Ademais, os anos em que já houveram descontos, serão computados, no mínimo, proporcionalmente para os servidores, caso, em algum momento o desconto deixe de acontecer. Ocorre que, abusando da boa-fé e quiçá até mesmo inocência dos servidores, alguns de nossos companheiros foram convencidos a requerer a devolução das contribuições previdenciárias que já incidiram sobre a GADI nos últimos anos.
COMPANHEIROS! Nós servidores públicos somos a elite da sociedade Brasileira, NÃO PODEMOS MAIS SER ENGANADOS!!
Perguntamos aos senhores: em algum momento da vida laboral, vocês já viram o Estado manifestar-se favoravelmente para algo que seria vantajoso financeiramente (daria dinheiro) para nós servidores?! Nunca! E nesse caso não é diferente.
O Estado do Paraná vem se manifestando favoráveis à devolução das contribuições previdenciárias aos servidores que assim requererem, e o motivo é simples: é MUITO mais barato para o Estado simplesmente devolver essas contribuições do que ter que pagar a integração da GADI ao longo dos muitos anos de recebimento da aposentadoria do servidor.
Nesse cenário, conclui-se que os servidores que estão requerendo a devolução dos descontos previdenciários, certamente terão garantido o ressarcimento dos últimos anos de contribuição, gerando uma pequena vantagem financeira em um futuro próximo, CONTUDO, quando dos cálculos para a inatividade, PERDERÃO O DIREITO À
INTEGRAÇÃO DESSE ADICIONAL, gerando um ENORME ROMBO FINANCEIRO NA SUA APOSENTADORIA!!
Sabe-se que, com o passar dos anos, a legislação pode mudar, contudo, considerando a legislação vigente neste momento o pedido de restituição das contribuições é LOUCURA, pois é absurdamente desvantajosa para os servidores a longo prazo!!
E TOMEM MUITO CUIDADO!!! Infelizmente, alguns profissionais que são remunerados com um percentual do seu ganho na ação, poderão tentar convencê-los a solicitar o ressarcimento das últimas contribuições, pois assim terão um percentual desse ressarcimento garantido a eles. Acontece que, não estão alertando aos senhores que quando solicitarem a aposentadoria, sofrerão um ROMBO FINANCEIRO infinitamente maior! Não é nem preciso dizer que essa perda financeira na aposentadoria será somente sua, sendo que o profissional que assim lhe orientou já terá recebido seu percentual dessa pequena restituição que alguns dos senhores(as) estão solicitando!!!
Aos que já procederam com os pedidos de devolução, aconselhamos que revejam tal posicionamento o quanto antes, para evitar maiores prejuízos. Aos demais, fica o alerta para que não sejam induzidos a tomarem medidas que lhes causarão enormes prejuízos no futuro.
Ficamos à disposição dos senhores pelo e-mail: diretoria@sindsec.com.br, e cordialmente solicitamos que os senhores(as) realizem os contatos exclusivamente por este meio.
DIRETORIA SINDSEC-PR