Lideranças sindicais unidas contra as maldades do governo Federal

Nesta quarta-feira (23), o Sindicato participou da uma reunião com representantes a União dos Policiais do Brasil – UPB e integrantes da Central Sindical dos Servidores Públicos – PÚBLICA, na sede do SINPRF/PR, para discutir demandas atuais e urgentes que afetam a todos, com destaque para a Reforma da Previdência.

Participaram do evento representantes dos Sindicatos e entidades componentes da UPB: Sindicato da Guarda Municipal de Curitiba – SIGMUC, Sindicato das Classes Policiais da Polícia Civil – SINCLAPOL, Sindicato dos Policiais Federais no Estado do Paraná – SINPEF/PR, Associação dos Peritos Criminais Federais APCF/PR, Sindicato dos Agentes Penitenciários do Paraná – SINDARSPEN, Sindicato dos Peritos Oficiais e Auxiliares do Paraná – SINPOAPAR, Sindicato dos Servidores do Sistema Socioeducativo – SINDSEC/PR, além dos entes convidados: Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita do Estado do Paraná – SINDAFEP e Sindicato dos Servidores do Tribunal de Contas do Estado do Paraná – SINDCONTAS/PR.
Foram debatidas estratégias de combate à PEC 287 e à famigerada Medida Provisória 805, que se refere ao adiamento do reajuste dos policiais da União e aumento da alíquota previdenciária, de 11% para 14%. Entre outras medidas que serão tomadas, foi definido que, a partir de segunda-feira, serão instalados outdoors para expor à população deputados que declaram seu voto a favor da PEC 287 – os quais serão taxados como TRAIDORES DO POVO. Os painéis serão colocados em pontos estratégicos, como a entrada do Aeroporto e bases eleitorais dos deputados. Serão 20 instalados em Curitiba, com a participação financeira de todas as entidades componentes da UPB e PÚBLICA.

Além disso, importante destacar que será contratada pela UPB e PÚBLICA empresa de propaganda para administrar, de forma técnica, além dos outdoors, a gestão das mídias sociais (Facebook, WhatsApp – vídeos virais), que serão utilizadas na batalha da Reforma da Previdência. O objetivo é levar, de forma profissional, às pessoas, as mentiras veiculadas pelo Governo Federal, além de defender os interesses das classes envolvidas, principalmente em relação ao iminente risco para a aposentadoria.

As entidades envolvidas estão vigilantes diuturnamente para a garantia dos direitos dos servidores envolvidos. A batalha não está ganha, mas luta e disposição não faltarão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *